HOME / CRITICAL /
ROSE FERNANDES

Suntuosidade da Arte

 

 Escrever sobre a artista plástica Rose Fernandes é um privilégio e ao mesmo tempo uma oportunidade impar de conhecer a sua história e deleitar-se com a beleza de suas obras. Necessário se faz uma análise crítica de seus trabalhos, coisa que não deveria eu fazer neste momento. Porque, não obstante entendermos um pouco das tintas-misturadas, certamente não fosse a minha pessoa a mais indicada para tão nobre tarefa. Mas, em virtude da consideração e do respeito que temos por ela, rabiscamos com total isenção as nossas reais impressões sobre o seu valoroso trabalho nas artes plásticas.

 

Iniciamos em dizer que a obra de Rose Fernandes predomina com cores muito fortes. Ela usa a luz como referência para criar o que parece indelével no imaginário dos que também apreciam a sua arte-bela e que gostam de definir, entre uma ou outra obra, as imagens mais apropriadas ao nosso existencialismo. Por isso tudo é que vemos nessas texturas e colagens, ora opacos, ora cheios de brilho, a nossa personalidade em contraponto com a de sua criadora. E é ai que está A Suntuosidade da Arte.

 

Rose Fernandes é impressionista quando retrata a natureza em paisagem livre de denominação. Talvez, tenha ela o mundo irreal no contraposto ao mundo real. Rose Fernandes é, sobretudo, uma novecentista. Entre as razões que justificam esta fantasia, uma delas é a maturidade da artista, desde uma época remota, donde os seus pares eram muito mais criativos nas virtualidades de agora. Hoje ela deixa a sua marca nos óleo sobre telas, nunca operando uma mudança radical na passagem de uma fase a outra. 

 

O desenho à mão livre é a base de sua criação. Suas linhas, nada simétricas, conduzem o olhar do espectador pela forma anacrônica e confusa da arte modernista, e pela suavidade das cores e dos traços harmoniosos em casos outros. Nas cenas de uma paisagem doméstica, ainda que seja uma natureza morta, a luz e a cor de suas telas permeiam todas as suas fases de criação. Entretanto, as cores terrosas dão dramaticidade à pintura em tela, sempre quando ela quer reproduzir o paisagismo sertanejo em que vivemos. Aqui o espectador vê justamente a expressiva força de sua arte em razão de ser.

 

Façamos, no entanto, uma essencial digressão para dizer que Rose Fernandes é, sem nenhuma contestação, um nome insigne para a cultura de Guanambi e, também, para as artes brasileiras. Indiferentemente do mundo lá fora tê-la em destaque especial, venerando-a com total merecimento, em virtude de sua notável participação em vernissage internacional, ainda assim é preciso se consolidar na Galeria dos Imortais. Aliás, fato este que certamente já está acontecendo.

 

Se tudo é talento, será que talento é tudo?

 

Disso ela faz-se por merecer. Recentemente foi premiada com a Grande Medalha de Bronze no Salão Canadá Best Art Show, na cidade de Ontário-Canadá com a obra Pinha. A presença da arte brasileira no mercado internacional e nos espaços institucionais é para Rose Fernandes sinal do seu amadurecimento no meio artístico do país. E isso é muito bom!

 

Rose Fernandes iniciou a sua trajetória de prêmios na sua cidade adotiva, a nossa querida Guanambi, quando recebeu o certificado de Menção Honrosa pela sua participação do 4º Salão de Artes Plástica de Guanambi, no ano de 1996. Entre as telas dos expoentes a artista não se rende ao centro das atenções, até porque o destaque dos seus trabalhos abrilhantava com altivez o espaço cultural recém-criado.

 

Participou a artesã das belas-artes de várias outras exposições, individuais e coletivas, em especial de um vernissage realizado no Museu de Artes de São Paulo (Masp). Agora, sem se vincular diretamente a nenhuma das correntes artísticas dominantes no cenário contemporâneo, a Rose-da-Rosa se explode de alegria com o primeiro lugar na Exposição em Tela, com o belíssimo quadro, a Rosa Vermelha III. Êxito absoluto, ainda, ela conquistava quando de sua participação no 8º Salão de Artes Plásticas Art Forma, realizado na Galeria Mali Villas Boas, também em São Paulo, quando foi premiada em primeiro lugar com a obra: o Coco Licuri.

 

No denso universo das artes plásticas, Rose Fernandes divide com o seu álacre marido, o também artista plástico Valdeci Fernandes, os seus melhores momentos de uma carreira profissional em ascensão. Acreditem, a melhor e a mais completa apresentação da artista plástica Rose Fernandes ainda está por vir. Certamente que o seu nome não será somente nacional, ele deverá ser presente nos mais importantes salões de belas-artes de todo o mundo. Pois, quem viver, verá!

 

Dário Teixeira Cotrim é membro do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais, Acadêmico de Guanambi, Montes Claros e Caetité.


 
1
ANTERIOR
Page 1 de 1    |    2   Records
PRÓXIMA
Atelier Rose Fernandes
Guanambi - Bahia - Brazil
55 (77) 3451-6307 | 9948-1499 | 9126-8708
rosefernandesartista@gmail.com
Join us
Copyright © - 2011 - FERNANDES ROSE - artist. All Rights Reserved